Petismo e violência voltam às ruas em atos tímidos na maior parte do país

0
4365
Petistas promovem vandalismo em S. Paulo. Imagem: Gazeta Brasil.

Os atos convocados pelos petistas contra o Governo Bolsonaro foram tímidos na maior parte do país. Apenas em São Paulo, a maior cidade do país, ocorreu uma manifestação de grande dimensão contra Jair Bolsonaro neste sábado (19/06). Mas a violência voltou a comparecer, como nos atos de 29 de maio.

Nas redes sociais os protestos foram chamados de “minifestações”, pela baixa adesão popular na maioria das cidades onde ocorreram manifestações. Mas o destaque foram as contradições, as mentiras e a violência.

CONTRADIÇÕES E MENTIRAS

No Rio de Janeiro, o compositor Chico Buarque foi ao protesto e promoveu aglomerações, além de distribuir abraços, em contradição contra a pauta do protesto que seria a responsabilidade do presidente da República pelas 500 mil mortes por promover aglomerações.

As contradições também compareceram a São Paulo. Na capital paulista o repórter da CNN disse, ao vivo, que acabara de ser alvo de um ataque de rojões por parte dos manifestantes, mas que as manifestações eram pacíficas. Veja o vídeo abaixo:

A rádio CBN, do Grupo Globo, fez publicação com uma manchete em flagrante contradição com a foto da reportagem. Embora afirmasse que milhares de pessoas foram ao ato de Belo Horizonte, a foto mostrava um pequeno grupo na capital mineira.

Uma outra foto de Belo Horizonte também deu o que falar nas redes sociais. O deputado federal petista, Paulo Pimenta, publicou uma foto de um protesto de 2016 na cidade como se fosse de ontem. Na foto havia uma placa: “Fora Cunha”, de quando os petistas pediam a saída do então deputado federal da Presidência da Câmara dos Deputados.

VIOLÊNCIA

Os protestos petistas contra o Governo Bolsonaro também voltaram a registrar atos violentos. Desta vez foi em S. Paulo.

Duas agências bancárias foram vandalizadas e depredadas na Rua da Consolação, centro da capital paulista. Uma lanchonete também foi alvo dos vândalos.

A informação é da Polícia Militar de São Paulo e foi divulgada no começo da noite.

A maioria dos petistas e militantes de outros partidos de esquerda se concentraram na altura do MASP, na Avenida Paulista. Mas, alguns grupos saíram para vandalizar essas duas agências bancárias.

IMAGENS DOS PROTESTOS

No Rio de Janeiro, os manifestantes se reuniram na região da Central do Brasil, área movimentada, onde manifestantes e transeuntes se confundiam.
Em Brasília também houve baixa adesão, apesar da cidade concentrar muitos funcionários públicos, público ligado ao PT. Imagem: Reprodução de Vídeo do Poder 360.
Também em Brasília, alguns homens transexuais protestaram contra Bolsonaro.
Em Recife, onde houve grande violência em 29 de maio, o protesto também foi tímido.
Em Teresina, Piauí, manifestantes promoveram estranho protesto em frente a uma igreja.

Também foram registrados a presença de pessoas com comportamentos estranhos, como nos atos de 29 de maio. Esses dois jovens, por exemplo, dançavam de uma forma bastante estranha. Veja o vídeo:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here