Não há ordem de prisão para o governador nesta fase da Operação Placebo

1
15
Wilson Witzel, governador fluminense. Foto: Agência Brasil.

A fase da Operação Placebo que ora está em curso no Palácio Laranjeiras e em outros endereços, incluindo o escritório da esposa de Wilson Witzel, a primeira-dama Helena Witzel, não possui mandado de prisão para o Governador.

Os mandados autorizados pelo Superior Tribunal de Justiça são de busca e apreensão. O fato de terem sido expedidos pelo STJ revelam que o alvo é o governador, pois este é o foro privilegiado dos chefes dos executivos estaduais.

1 COMENTÁRIO

  1. Demorou, os gestores públicos, tem que ter responsabilidade, com os bens públicos, à pandemia, não lhe autorizar a ser irresponsáveis com os bens públicos, cadeia e devolução de verbas desviadas, avante Brasil, Brasil, estamos juntos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui