Autonomia do Banco Central tem maioria formada no STF

0
594
Foto: Divulgação/STF.

O plenário do Supremo formou maioria para rejeitar a ação que questionava a constitucionalidade da lei que garantiu autonomia ao Banco Central. 

Votaram favoravelmente até agora Luís Roberto Barroso, Dias Toffoli, Nunes Marques, Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Gilmar Mendes e Cármen Lúcia. Luiz Fux é o último a votar e deve acompanhar o grupo.

Próximo de Lula, o relator Ricardo Lewandowski ficou vencido. Rosa Weber foi a única que o acompanhou até agora.

Pelas novas regras, o presidente e os oito diretores do banco terão mandatos fixos de quatro anos, com uma recondução permitida. PT e PSOL tentam derrubar o texto no Supremo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here