Globo faz reportagem com acusações ao presidente da CBF

1
1461
O presidente da CBF, Rogério Caboclo. Foto: Divulgação/CBF.

Uma grande coincidência e uma história mal contada. É o mínimo que se pode dizer da denúncia publicada pelo Grupo Globo nos seus meios contra o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Rogério Caboclo.

A coincidência fica por conta da notícia surgir exatamente no momento em que Caboclo contraria os interesses do Grupo Globo ao apoiar a realização da Copa América no Brasil.

Os direitos de transmissão da competição pertencem ao Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) e a realização da competição no país é apoiada pelo presidente Bolsonaro, inimigo declarado da emissora.

O que causa estranhamento é que a denúncia de assédio sexual da funcionária não foi feita em ação trabalhista ou em delegacia de polícia, mas no Conselho de Ética da própria CBF.

Imagem: Reprodução do site Globo.com.

A acusação da funcionária pode ser verdadeira, mas além da presunção de inocência ser um direito do acusado até conclusão de um eventual processo, o local da denúncia e o momento em que ela surge causam bastante estranheza.

Após a publicação do Grupo Globo, outros grupos de comunicação também publicaram a denúncia.

_________
Este é o editorial vespertino desta sexta-feira, 04 de junho de 2021.

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here