Procuradoria da República afasta hipótese de crime do Presidente na promoção do tratamento precoce

1
17
Foto: EBC

A Procuradoria Geral da República informou ao Supremo Tribunal Federal que abriu quatro apurações preliminares com o objetivo de avaliar o comportamento do Presidente da República e de alguns ministros na difusão da hidroxicloroquina e do tratamento precoce para a COVID-19.

Feitas as apurações, o Procurador-Geral Augusto Aras concluiu que não há razões para investigar formalmente o Presidente Bolsonaro pela divulgação daqueles medicamentos.

1 COMMENT

  1. Tinha problemas de coluna desde a minha juventude depois que comecei a tenta melhora a minha postura melhorei bastante 99 por cento tudo isso pela graça de Deus

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here