Pré-Candidato a Prefeito é condenado por infidelidade partidária

0
23
Filiação ao PSDB de João Doria levou Max Lemos à perda de mandato de deputado estadual. Foto: Facebook.

O pré-candidato tucano à Prefeitura de Nova Iguaçu, Max Lemos, foi condenado ontem (15/07) pelo Tribunal Regional Eleitoral à perda do seu mandato parlamentar na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ).

Max Lemos foi eleito deputado pelo MDB. No sistema eletivo proporcional o mandato é do partido, pois o candidato depende da votação do conjunto dos candidatos para atingir o coeficiente partidário.

O pré-candidato vai recorrer, mas a jurisprudência do TSE é consolidada no entendimento de que o mandato é do partido e a perda de mandato é inevitável, o que aumenta a importância da eleição municipal para o deputado queimadense.

A tarefa não será fácil. A experiência traumática da cidade com Aluisio Gama e Lindbergh Farias levou à rejeição dos iguaçuanos a candidatos de fora da cidade.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here