Menino mantido preso no canil era dopado pela mãe e avó

0
1131
Imagem: Reprodução da TV.

Investigadores da 54ª DP (Belford Roxo) descobriram que o menino autista de oito anos resgatado pelo Conselho Tutelar na segunda-feira (17/05) era mantido dopado, sem a alimentação apropriada e algumas vezes dentro de uma lata de lixo. Estes eram alguns dos maus-tratos que sua mãe e sua avó faziam com o menino na casa em que residiam no bairro Gogó da Ema, em Belford Roxo.

Os agentes também descobriram que o menino era dopado com calmantes em altas dosagens, pela mãe e a avó, que têm 27 e 62 anos respectivamente. Segundo o delegado Alexandre Netto, “a mãe e a avó alegam que a criança é muito agitada e que faziam isso para o bem do menino“, relatou no auto de prisão em flagrante.

Imagem: Reprodução da TV.

O juiz Rafael de Almeida Rezende, da 1ª Vara Criminal de Belford Roxo, decidiu na quarta-feira (19/05) que a prisão em flagrante das duas mulheres fosse convertida em preventiva. Dessa forma, as duas ascendentes do menino permanecerão presas até serem julgadas.

O juiz destacou na decisão que “o menor chegou ao hospital fraco, desnutrido, com falhas no cabelo, cicatrizes arredondadas, dentes escuros e em estado de pânico, por ter sido submetido a intenso sofrimento físico e mental“.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here