Governo Witzel não entrega leitos e mortes não param de subir

0
17
Wilson Witzel em visita ao Hospital de Campanha do Maracanã. Foto: Governo do Estado.

O jornal EXTRA informa na edição desta terça-feira (19/05) que o Governo Witzel deixou de entregar há vinte dias 1.300 leitos hospitalares, sendo 520 de UTI e 780 de enfermagem.

A reportagem afirma que se esses leitos estivessem funcionando, a fila de pacientes estaria zerada. Até ontem, 335 pessoas aguardavam na fila para serem internadas em terapia intensiva e outros 333 em leitos comuns.

A falta de socorro é um dos principais fatores que levam à letalidade daqueles que apresentam sintomas da COVID-19. Além disso, a superlotação também compromete o atendimento de doentes graves de outras enfermidades.

No último domingo (17/05), Wilson Witzel exonerou o Secretário de Saúde, porém, estranhamente o readmitiu em outro cargo ao criar uma secretaria extraordinária para recebê-lo.

O Estado do Rio é o terceiro mais populoso da federação, porém está em segundo lugar em número de mortes causadas pela COVID-19, porém, está à frente de São Paulo em mortes por 100 mil habitantes.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here