General adverte: “estão esticando a corda demais”

1
776
Imagem: Reprodução do YouTube.

O general Luís Carlos Gomes Mattos, presidente do Superior Tribunal Militar (STM), comentou em entrevista à revista Veja que a oposição tenta, a todo custo, impedir o presidente de comandar o país. E afirma: “estão esticando demais a corda”.

Disse o general: “Houve alguma acusação de corrupção contra o presidente Bolsonaro? Ele se elegeu para combater a corrupção. De todas as maneiras estão tentando atribuir alguma coisa a ele e não conseguiram até agora. Deviam deixar o presidente governar, mas não deixam”. Essa estratégia de não deixar o presidente governar já foi confessada por Fernando Gabeira em sua coluna em O Globo, conforme denunciamos aqui no Nova Iguaçu 24h.

Quem critica Bolsonaro faz isso de manhã, de tarde, de noite… Tudo atribuem ao presidente. Tudo de errado. Será que você aguentaria isso? Que reação eu teria? Não sei. E alguma coisa boa atribuem? O Brasil está crescendo, a economia está crescendo, mesmo com todas as dificuldades. Não tenho dúvida de que estão esticando demais a corda”, disse ainda o presidente do STM.

O presidente Bolsonaro é um democrata, fala com o palavreado do povo, mas nada disso com a intenção de quebrar as estruturas, destruir as instituições, dar um golpe”, comentou.

Política é assim: tem gente contra e tem gente a favor. Quem está contra logicamente vai esticar essa corda, como se diz, até que ela arrebente. Esses, na verdade, são os que não têm muito apreço pela democracia, os que defendem ditaduras e apoiam ditadores. Quando a corda vai arrebentar? Isso eu não sei”, completou Mattos.

1 COMMENT

  1. Democraticamente as FFAA tinham que intervir no STF afastar e julgar ministros comprometidos apenas com a corrupção e com o crime organizado!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here