Cantora não paga condomínio e é cobrada na Justiça

0
354
Foto: Divulgação.

O jornal O Dia informa que o síndico de um edifício comercial do bairro Caminho das Árvores, em Salvador, ingressou com uma ação de execução contra a cantora Claudia Leitte.

A ação visava o recebimento de um crédito de 33.695 reais, referentes às taxas condominiais devidas pela cantora.

Segundo o processo, a jurada do ‘The Voice +’ seria responsável por quatro salas no edifício comercial, onde a taxa mensal de condomínio gira em torno de 500 reais. Os valores são referentes aos meses de janeiro de 2020 a fevereiro de 2021 – débitos das quatro salas.

No último dia 23 de julho, a Justiça baiana aceitou um pedido das partes para celebração de acordo para parcelamento do débito, retirando o apontamento da ação de execução em nome da artista que, segundo seu advogado, já estaria causando prejuízos a Leitte, visto que a cantora estaria enfrentando dificuldades para obter crédito junto às instituições financeiras.


A cantora antecipou 5 mil reais e pagará 16 parcelas que vão de 2,2 mil até 3,936 mil reais, a depender do mês. A última parcela vence somente no dia 20 de setembro de 2022.

Com a cobrança judicial e o parcelamento, o valor da dívida passou a ser 53.921 reais, incluindo honorários advocatícios. A sentença que homologou a transação é assinada pelo juiz Carlos C. R. de Cerqueira Jr., da 6ª Vara Cível de Salvador, na Bahia.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here