Biden coloca as manguinhas de fora em discurso e EUA começam a perceber que elegeram um socialista

0
2840
Foto: Reprodução da Internet.

O presidente dos EUA Joe Biden fez um discurso lamentável, porém revelador, no congresso americano nesta quarta-feira (28/04). O teor da sua fala indica que muitos americanos que votaram nele buscando “moderação”, compraram gato por lebre.

O discurso de Biden foi recheado de promessas e intenções orientadas pela agenda de esquerda, muitas das quais omitidas do seu discurso na campanha.

O presidente eleito em circunstâncias até hoje duvidosas indicou que promoverá uma grande intervenção na economia, com endividamento e aumento de impostos, coisas que os americanos rejeitam profundamente. Biden afirmou que a América vive a maior crise desde a Grande Depressão para justificar sua promessa.

Falou ainda em controle de armas, com as justificativas-clichês de sempre: terrorismo e violência contra a mulher. Também prometeu aumentar gastos com saúde e educação, ideias que para o público americano não enganam como no Brasil.

A imagem que mostra o tamanho do problema em que os EUA estão envolvidos com a presença da Joe Biden e Kamala Harris na Casa Branca foi a reação da comunista Elizabeth Warren durante o discurso do presidente. A senadora – que disputou contra ele as primárias do partido Democrata – levantou o punho em sinal de vitória durante o discurso.

Que Deus salve a América.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here