Ambientalistas fazem “ataque químico” contra senadores

0
743
Foto: Senado Federal.

O ódio do bem segue promovendo atos irresponsáveis. Um grupo ambientalista americano enviou uma caixa na forma de correspondência postal para alguns senadores brasileiros. O conteúdo da caixa “solta um pó” que causa reação alérgica em quem tem contato com ele. A ação assemelhada a um ataque químico terrorista teria como intenção conscientizar os parlamentares contra o uso de animais em experiências científicas.

O Presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, mandou que o caso fosse investigado. A Polícia Legislativa recolheu o material em um gabinete para averiguação. Pacheco declarou que a ação “pode ser uma forma de mostrar aos senadores que isso provoca alergia, como forma de conscientização. Se for isso, é, no mínimo, uma brincadeira de muito mau gosto“.

Na correspondência há um produto em formato de animal com aparência de coelho. Segundo informação de uma pessoa que teve contato com o objeto, ele se espedaçou “como se fosse um suspiro”. Logo depois provocou coceiras.

A caixa recebida pelos senadores. Foto: Reprodução da Internet.

Receberam a correspondência em seus gabinetes até agora os senadores Marcos Rogério (DEM), Rogério Carvalho (PT), Sérgio Petecão (PSD) e Simone Tebet (MDB).

A iniciativa é de (ir)responsabilidade de uma instituição chamada Humane Society International (HSI) que se apresenta como “uma organização internacional que trabalha mundialmente para proteger animais em laboratório, de produção, domésticos e silvestres”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here